História

Ao longo dos anos, a Zollern Brasil vem trabalhando sua marca para ser percebida, na mente dos clientes atuais e potenciais, como os melhores mancais de deslizamento para bens de capital, tornando-se referência de excelência.

 

1978 Inauguração da fábrica com a razão Social de Glyco do Brasil Indústria Metalúrgica do Brasil Ltda com um capital 76% Alemão e 24% brasileiro, através de uma Sociedade entre o Grupo Glyco Alemanha e o Grupo Cataguases-Leopoldina - Brasil.
1981 O sócio Brasileiro desligou-se da empresa passando o capital a ser 100% do Grupo Glyco.
1989 Durante os anos 1989 até 1996, um intenso intercâmbio de tecnologia entre a Glyco do Brasil e sua co-irmã na Alemanha a Braunschweiger Hüttenwerke (BHW), por meio da transferência de pedidos da BHW para nossa empresa.
1990 O Grupo Federal-Mogul , com sede nos Estados Unidos da América, adquiriu o controle acionário de todo o Grupo Glyco inclusive da unidade brasileira.
1991 Durante os 1991 até 19996, fizemos parte da Corporação Federal Mogul, com sede nos Estados Unidos.
1995 A participação das vendas para a BHW em nossa carteira cresceu significativamente até o pico de 55%.
1997 O Grupo Zollern da Alemanha comprou o controle acionário da Glyco do Brasil e sua co-irmã na Alemanha a Braunschweiger Hüttenwerk, formando a empresa Zollern BHW.
1998 O segmento de mancais para Geradores e Turbinas de Hidroelétricas passou a desempenhar um papel fundamental em nosso faturamento. Lançamento da linha de mancais Z.
1999 Fundação da Zollern North America, centro de distribuição de nossos produtos para México, Estados Unidos e Canada, em Houston Texas.
2001 Durante os anos 2001 até 2003, com a crise do apagão e o conseqüente "boom" da hidrogeração, a Zollern estava em boa posição para atender ao forte aumento de demanda.
2002 Investimentos de €3.000.000,00 para atender a fabricação de mancais Z e aumento de capacidade para hidrogeração.
2004 Distribuição de vendas de 75% para o mercado nacional e 25% para países como Alemanha, Estados Unidos, Itália, Argentina, México, Canadá, Camarões, Chile, Austrália e Índia dentre outros.
2005 Investimentos de €1.000.000,00 para aumento de capacidade devido a forte aumento de demanda nacional e na América do Norte. Mudança do nome da empresa para Zollern Transmissões Mecânicas Ltda.
2006 Excelente desempenho do resultado operacional durante o ano todo. Baixa entrada de pedidos até julho, mas subindo significantemente após agosto permitindo investimentos na capacidade produtiva.
2007 Investimentos nas compras de máquinas e implantação do "Lean Manufacturing", metodologia inspirada no processo elaborado pela Toyota, que prega produção enxuta, redução de estoques e defeito zero.
2008 Início da crise mundial em Setembro, porém a Zollern não foi atingida e permaneceu em ritmo de crescimento.
2009 No início do ano, a Zollern manteve elevado nível de atividades até Abril. Em Maio, a crise atingiu a empresa obrigando a uma série de medidas racionalizadoras e de contenção de custos. Apesar da redução do volume foi mantida a rentabilidade e a saúde financeira.
2010 A crise ainda prejudica nossa carteira de pedidos. Porém, dois importantes projetos, Projeto Rio Madeira e Projeto Ohio River, nos mantém com estrutura para superá-la.
2011 - 2012 Foram anos de colheita, com a entrega da maioria da peças dos grandes projetos de Rio Madeira (Santo Antonio e Jirau) e Ohio River (Cannelton, Willow Island, Smithland e Mehldal). A baixa entrada de pedidos sinalizava um ano difícil em 2013.
O fundador

O Príncipe Meinrad II. (1689-1715) construiu a fundição de ferro em Laucherthal no ano de 1708. Atualmente é a sede do grupo ZOLLERN com mais de 3000 funcionários em 22 instalações espalhadas pelo mundo inteiro.

S.A.R. Karl Friedrich, príncipe de Hohenzollern representa a décima geração da família von Hohenzollern, proprietária do grupo. Desempenha as funções de Presidente do Conselho Consultivo.